ALGO BOM A SE FALAR

Gustavo Ayon fez uma grande partida contra o Thunder, apesar da derrota

* Por Lucas Ottoni

O momento, realmente, não é dos melhores para o nosso New Orleans Hornets (3-15). Na noite da última quarta-feira, os zangões foram até Oklahoma e perderam a sua nona partida consecutiva, a 15ª (em 18 jogos) na temporada 2011-12 da NBA. Sob o comando do excelente ala Kevin Durant (falaremos dele mais abaixo), o Oklahoma City Thunder (15-3) liderou o duelo, do início ao fim, e saiu de quadra com a vitória: 101 a 91. Como vocês puderam perceber, a campanha do Thunder é exatamente inversa à nossa. Eles estão no topo da Conferência Oeste, enquanto o Hornets segura a lanterna. Apesar disso, o time da Louisiana teve bons momentos ao longo da peleja, principalmente quando o ala-pivô mexicano Gustavo Ayon esteve em quadra. Esse jogador tem encantado a todos os torcedores do Hornets que acompanham os jogos da equipe com mais frequência. Portanto, meus caros amigos, se temos algo de bom a falar hoje, ele atende pelo nome de Gustavo Ayon.

* Confira aqui o Box Score (com vídeos) da partida

A adoração dos nossos torcedores pelo basquete do Ayon é tanta, que se vocês forem agora no blog Hornets247 para conferir o resultado da enquete deles (Qual o seu jogador do Hornets favorito?), todo mundo vai ter uma surpresa: o mexicano está ganhando de goleada e deixando para trás nomes como Eric Gordon, Carl Landry e Trevor Ariza. Apesar de não vir jogando muitos minutos ao longo das partidas, é fácil saber o porquê dessa “Gustavo Mania”. Em primeiro lugar, vamos lembrar que o Ayon pagou, do próprio bolso, parte da multa rescisória que o ligava ao seu ex-clube, o espanhol Baloncesto Fuenlabrada, para poder jogar no Hornets. Ele havia sido sondado por outras equipes da NBA, mas já estava apalavrado com a franquia de New Orleans e cumpriu com o compromisso. Isso já fez o cara ganhar pontos com os fãs dos zangões. No entanto, o que mais importa é o tipo de jogador que ele é dentro de quadra. O Ayon chegou à NBA recebendo elogios de alguns especialistas da imprensa, mas, para a maioria dos torcedores (e eu me incluo aí), ele era um mero desconhecido. Há 1 mês atrás, o atleta se apresentava discretamente no Alario Center, e a gente pensava: “Será que esse cara é bom?”. Pois bem, hoje, essa resposta vai se tornando cada vez mais clara. Sim, eu sei que ainda é cedo demais para se empolgar ou para definir o tipo de jogador que o Gustavo Ayon será dentro da liga, mas o início é muito promissor!

Ayon encara Russell Westbrook

Quando o Ayon chegou em New Orleans, o técnico Monty Williams temeu o fato de o mexicano não falar bem o idioma inglês. Segundo o nosso treinador, isso seria uma grave barreira para ele conseguir se adaptar ao estilo de jogo do Hornets e às regras da liga. O Monty pediu paciência com o atleta e disse que levaria tempo até ele entrar de vez na rotação da equipe. Só que, passado esse 1 mês, eu tenho a impressão de que tudo aconteceu muito mais rápido do que o próprio Monty imaginava. O fato é que o Ayon vem mostrando que tem qualidade e que pode ajudar bastante o nosso time. Consequentemente, ele vai recebendo mais espaço na rotação e vai apresentando um basquete que tem enchido os olhos da torcida dos zangões.

Quem ainda não teve a chance de vê-lo em quadra, vai me perguntar: “O cara é bom mesmo?”. Sim, ele é bom. E pode melhorar ainda mais, se  seguir a sua adaptação jogando, recebendo minutos e mostrando do que é capaz. Como eu disse, ainda é muito cedo para garantirmos que o futuro do Gustavo Ayon na NBA será brilhante. Entretanto, a primeira impressão é a melhor possível. O Ayon é um ala-pivô, de 2,08 metros de altura, que tem um arsenal ofensivo tremendo, se posiciona muito bem, mostra uma energia incrível para marcar e consegue produzir alguns números bem interessantes, mesmo com poucos minutos à disposição. O mexicano vem apresentando um pacote de talentos a serem desenvolvidos e que, se bem conduzidos, podem transformá-lo em uma peça de muito valor dentro do campeonato. As atuações dele têm contagiado os fãs, e a expectativa em cima desse jogador é muito grande. Será que ele vai mesmo vingar? Eu não sei, mas torço muito para que sim!

As qualidades de Gustavo Ayon começam a aparecer rapidamente na NBA

Contra o Oklahoma City Thunder, o Gustavo Ayon cravou 16 pontos (sua marca mais alta na NBA), em apenas 17 minutos! Não satisfeito, ele ainda agarrou 2 rebotes e conseguiu 3 roubos e 1 bloqueio. Foi o maior responsável pela reação que o Hornets apresentou no segundo tempo da partida, quando o Thunder viu sua vantagem reduzida a míseros 2 pontos. Aliás, em jogos anteriores (quando recebeu chances), o mexicano já havia atuado bem. Então, eu espero que, a partir de agora, o Monty Williams ponha o rapaz de 26 anos para jogar. Ele merece receber mais minutos, e está fazendo por onde. O torcedor não é bobo, e essa “Gustavo Mania” não é fruto do acaso. Coloca o moço em quadra, Monty!

Vejam, no vídeo abaixo, os melhores momentos do “Goose” (apelido que o Jarrett Jack criou para ele) contra o Thunder:

OBS: O jovem ala-armador Xavier Henry, enfim, estreou com a camiseta dos zangões. Ele esteve em quadra por 13 minutos, contra o Thunder, e anotou 3 pontos, com 1 assistência.

KD está vencendo a enquete

Para terminar por hoje (antes das Ferroadas), eu vou falar sobre a enquete que apresentei no nosso post anterior. Eu perguntei qual jogador o pessoal gostaria de ver no Hornets. Até o início da manhã de hoje (sexta-feira), 52 votos foram computados. E está dando Kevin Durant! O jovem e espetacular ala do Oklahoma City Thunder recebeu 21.15% dos votos (foram 11), seguido pelo armador Chris Paul, do Los Angeles Clippers, com 15.38% (8 votos). Quem ainda quiser votar, pode ir lá. A enquete não será fechada. Quanto ao resultado e aos comentários, isso só prova que muita gente vê o KD como o jogador mais dominante da NBA nos próximos anos. Eu não sei se, realmente, ele será, mas também aposto muito nisso. Ah, e a enquete foi só para descontrair. Não levem a sério e não pensem que eu estou achando que o Hornets contratará, de fato, os nomes presentes na relação, hein? Ainda não atingi esse nível de loucura…


 FERROADAS

* HORNETS VS MAGIC: Os zangões voltarão à quadra, nesta sexta-feira (27/01), às 23h (de Brasília). O adversário é a equipe de Orlando, do pivozão Dwight Howard, e o duelo acontecerá na New Orleans Arena. O Brazilian Hornet deve acompanhar, via Twitter. Siga o BH e fique por dentro de tudo o que acontecerá, ao longo da partida.

* New Orleans Hornets Brasil: a prévia do jogo

* ERIC GORDON: Esse assunto, eu deixei para o final. O New Orleans Hornets ofereceu uma extensão de contrato (por quatro temporadas) ao ala-armador, e ele tinha até o final da última quarta-feira (25/01) para responder. E a resposta foi “NÃO”. Com isso, o Gordon se tornará agente livre restrito, no fim dessa temporada, e o Hornets poderá igualar qualquer oferta para mantê-lo na Louisiana. Após a recusa inicial, o jogador disse que negócios são negócios e que, agora, ele só pensa em voltar a jogar e ajudar o zangões a vencerem partidas. Perfeito. Até aí, tudo muito bom. Só que surgiu uma outra notícia, logo após o desfecho da negociação: o Gordon ficará mais três semanas afastado, por causa da lesão no joelho direito. E essas três semanas podem se transformar em seis. Diante de tudo isso, eu penso que esse “NÃO” foi a melhor coisa que poderia ter acontecido para o Hornets. Yes!

About these ads

6 thoughts on “ALGO BOM A SE FALAR

  1. fala luc! ainda nao vi esse rapaz jogar, mas pelas imagens do video ele parece ser mto bom, ein guri

    espero q esse ayon vingue, pois estamso precisando d+ de boas noticias

  2. E aí, Bruno! Pois é. Ele parece ser um ótimo jogador de basquete. Gostei de tudo o que vi dele, até agora. O Ayon precisa jogar, precisa ter mais minutos. Ele tem tudo para se tornar uma peça importante desse time. E você tem razão, amigo. O Hornets precisa de boas notícias. Mas as coisas vão melhorar, acredite.

    Abço!

  3. Pingback: UMA VITÓRIA MAIÚSCULA | Brazilian Hornet

  4. Esse time tem talento, e é por isso que vá mal essa temporada. Pegando um futuro all star no próximo draft, somando alguns bons jogadores do nosso time poderemos ter um ótimo futuro em NOLA.

    Espero que esse Ayon vingue mesmo, talento ele tem, basta ser bem aproveitado.

    • Ayon realmente me parece ser muito bom jogador, Léon. Eu, se fosse o Monty Williams, não perderia mais tempo com o Jason Smith. Colocaria o mexicano para jogar bastante, além do ótimo Carl Landry.

      Sobre o futuro, vamos aguardar. O importante agora é desenvolvermos o que temos de bom. Sem pressa e sem pressões.

      Abço!

  5. Pingback: VITÓRIA E A TUITADA INFELIZ | Brazilian Hornet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s