LOS HORNETS DE NUEVA ORLEÁNS

Dell Demps apresenta o ala-pivô mexicano Gustavo Ayón

* Por Lucas Ottoni

Às vésperas do início da temporada 2011-12, o New Orleans Hornets resolveu apostar no talento latino-americano para surpreender seus rivais. Com as recentes contratações de Gustavo Ayón e Greivis Vasquez, a franquia da Louisiana começa a definir o elenco para a disputa do campeonato, que começa amanhã (26/12) para os zangões. Sem delongas, vamos falar um pouquinho sobre os dois “nuevos hornets”:

Conforme nós já vínhamos antecipando aqui, o ala-pivô mexicano Gustavo Ayón, 26 anos, acertou sua vida com o Hornets e se apresentou em New Orleans na última sexta-feira. Serão dois anos de contrato, com a opção (do time) de renovação por mais um. Creio que ele será utilizado na posição 4, saindo do banco e lutando por minutos com o Jason Smith. Ayón pode até jogar como pivô, eventualmente. No entanto, com seus 2,06 metros de altura, certamente terá graves problemas para encarar atletas mais altos. Além disso, há a questão da adaptação ao tipo de jogo praticado na NBA (um pouco diferente do que se vê na Liga Espanhola) e também ao idioma (ele não fala bem o inglês) e ao estilo de vida norte-americano.

Abaixo, um vídeo com algumas jogadas do Gustavo Ayón:

Portanto, o Gustavo Ayón parece ser uma aposta para o futuro. Dificilmente terá um impacto imediato, mas tem talento para aparecer bem dentro de algum tempo. Pelo menos, é isso o que eu tenho lido sobre ele. Suas belas médias atuando pelo espanhol Baloncesto Fuenlabrada (15.9 pontos e 8.2 rebotes, nesta temporada), bem como o interesse de outras equipes da NBA por seus serviços, são ótimos indicativos. Tomara que dê certo e que tenha sido uma excelente contratação para os zangões.

Greivis Vasquez jogará pelo Hornets

Agora, o Greivis Vasquez. Caras, eu confesso que fiquei surpreso com esse comércio de ontem, que enviou o armador venezuelano para New Orleans. O negócio foi o seguinte: Vasquez para o Hornets; Pondexter para o Memphis Grizzlies. Quem acompanha o Brazilian Hornet, sabe que eu apostava no ala Quincy Pondexter como um jogador que poderia evoluir demais e nos dar algumas alegrias com a camiseta dos zangões nessa temporada que se avizinha. Eu realmente não esperava que ele fosse trocado dois dias antes da nossa estreia no campeonato. Isso é um claro sinal de que o técnico Monty Williams vai investir no Al-Farouq Aminu, que, embora seja talentoso, ainda parece um pouco “cru” para os confrontos da NBA. E também parece ser um claro sinal de que a última exibição do Pondexter na pré-temporada impressionou o pessoal do Tennessee.

Já o Vasquez foi adquirido para suprir uma carência no setor de armação do elenco do Hornets. Com a saída do Chris Paul, os zangões ficaram apenas com o Jarrett Jack garantido na posição para a temporada. Há também o Carldell Johnson, que veio da Liga de Desenvolvimento (NBDL) para um período de treinos na equipe. Nativo de New Orleans, o Johnson está prestes a completar 29 anos e não possui experiência em jogos da NBA. Ele foi até razoavelmente bem nas partidas diante do Grizzlies na pré-temporada, mas certamente não é o nome ideal para ser o reserva imediato do Jack. Por isso, o Greivis Vasquez chegou. Pelo Grizzlies, o armador teve médias de 3.6 pontos e 2.2 assistências em seu ano de estreia na NBA. Querem saber o que eu acho do Vasquez? Pois bem, o venezuelano é um jogador habilidoso, que sabe criar seu próprio arremesso, pode jogar como SG e tem tudo para evoluir seu jogo. Aos 24 anos, ele pinta como uma boa aposta da franquia da Louisiana. Apesar da saída do Q-Pon, eu gostei. Espero que o Vasquez se dê bem no nosso time.

* Tenha mais informações aqui, no blog New Orleans Hornets Brasil

Agora, algumas jogadas do glorioso Greivis Vasquez:

Para concluir, eu queria manifestar aqui a minha satisfação em ver dois latino-americanos vestindo a camiseta do nosso time nessa temporada. Aliás, um deles é sul-americano, o que é ainda melhor. Boa sorte ao Gustavo Ayón e também ao Greivis Vasquez! E bem-vindos à família Hornets!

Ah, só lembrando: os zangões irão estrear na temporada 2011-12 contra o Phoenix Suns, amanhã (26/12), no Arizona. Na verdade, o jogo começará à meia-noite (de Brasília) do dia 26 para o dia 27. No próximo post, falaremos sobre essa estreia. Vai dar tempo, prometo!


 FERROADAS

* MENOS DOIS: Brian Butch e Jerome Dyson foram dispensados pelo Hornets. Com isso, o elenco dos zangões fica reduzido a 15 jogadores para a estreia em Phoenix. Como apenas 13 serão relacionados para a partida, dois ficarão inelegíveis. Gustavo Ayón e Greivis Vasquez já devem estar à disposição do técnico Monty Williams. Eu gostaria de vê-los logo em ação! Quem sabe?

Feliz Natal!

Anúncios

3 pensamentos sobre “LOS HORNETS DE NUEVA ORLEÁNS

  1. Tbm gostei da troca, acho que o Vasquez tem mais potêncial do que o Pondexter e nós precisavamos de um armador. Você vai assistir o jogo do Hornets? Se for, vc vai estar no twitter durante a partida? Abs e não deu tempo de te desejar um Feliz Natal, então vou desejar agora, Feliz Natal! hehehehe

  2. Olá, André. Sim, certamente assistirei à estreia do Hornets logo mais. Com o League Pass disponível até 9 de janeiro, tem que aproveitar, né não? rs… Eu vou ver se apareço também no Twitter para comentar alguma coisa relevante que esteja acontecendo na partida, mas não prometo… rs

    E obrigado pelas palavras, amigo. O mesmo para você. Aquele abraço!

  3. Pingback: ALGO BOM A SE FALAR | Brazilian Hornet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s