JORNADA RUMO AO SUCESSO

* Por Lucas Ottoni

A frase que ilustra o título deste post eu peguei emprestada do amigo Kaio Kleinhans, do blog New Orleans Hornets Brasil. Em um comentário deixado aqui no BH, o cara mandou bem e escreveu o seguinte: “… poderiamos ter ganho (do Spurs), mas esse foi apenas o primeiro passo, de uma longa jornada, ate o sucesso“. Mais perfeito que isso, impossível. A frase retrata exatamente o momento do Hornets. Somos um time que está trabalhando e que não poupará esforços para melhorar e atingir um alto nível. A caminhada está apenas começando, mas as projeções são as melhores possíveis. Aliás, para corroborar com a frase do Kaio e o momento do time, nada melhor que o vídeo bacana ali de cima. Confiram lá, pois vale a pena!

Daqui a pouco, às 22h (horário de verão – Brasília), o Hornets volta à quadra para a sua segunda partida na temporada 2012-13 da NBA. A nossa rapaziada irá enfrentar o Utah Jazz, na New Orleans Arena. Os visitantes estrearam com vitória no campeonato (sobre o Dallas Mavericks) e estão motivados. Contudo, se repetirmos a boa atuação que tivemos diante do Spurs, o 1-1 será inevitável. GO HORNETS!!!

* Clique aqui e leia o pré-jogo (com enquete) do blog New Orleans Hornets Brasil

OBS: No post de ontem, eu disse que teríamos uma surpresa para vocês hoje. Na verdade, a surpresa ainda não chegou, mas está a caminho. Eu irei anunciá-la no Twitter do BH a qualquer momento. Fiquem ligados!

UMA DUPLA AFINADA

* Por Lucas Ottoni

Olá, parceiros. O post de hoje é rápido, pois eu só quero mostrar o vídeo acima para o pessoal. Ele já rola no YouTube há um tempinho, mas eu o encontrei hoje e gostei do que vi. Não conheço o “pai da criança” (Simple OG), mas preciso parabenizá-lo. Muito legal! O que temos são imagens sensacionais dos calouros do Hornets – Anthony Davis e Austin Rivers – barbarizando na telinha do videogame. Trata-se do jogo NBA 2K12, uma verdadeira febre entre os fãs da pelota laranja. No vídeo, Davis e Rivers fazem de tudo: dribles, arremessos, pontes, enterradas… E quem sofre são os marcadores de Los Angeles Lakers, Miami Heat e Oklahoma City Thunder. Tudo é muito bem feito e parece quase real. Um grande show! Agora, só nos resta torcer para que essa dupla afinada faça estragos não apenas nos games, né?

OBS 1: A música do vídeo também é muito legal. Trata-se de “Touch the Sky“, do rapper americano Kanye West.

OBS 2: Eu não sei se vocês repararam, mas a bola manuseada por Rivers e Davis no vídeo não é a oficial da NBA. Me parece a bola utilizada em jogos da FIBA, a Federação Internacional de Basquetebol. Um deslize? Que nada. O que importa não é a bola, mas sim o que fazem com ela, concordam?

* HORNETS VS ROCKETS: Nesta quarta-feira (24/10), o Hornets voltará à quadra para a sua sétima partida na pré-temporada. Os zangões vão encarar o time de Houston, na New Orleans Arena, a partir das 22h (horário de verão – Brasília). GO HORNETS!!!

* Clique aqui e siga o Brazilian Hornet no Twitter!

* DERROTA: Falaremos sobre o jogo contra o Mavericks (que aconteceu na última segunda, 22/10, em Dallas) no próximo post. Na verdade, eu não tenho a menor vontade de comentar o que se passou lá no Texas, mas nós vamos postar uma análise dupla, das duas partidas (Mavs e Rockets). Aguardem!

OS CALOUROS E O PÚBLICO

* Por Lucas Ottoni

No último sábado (20/10), a New Orleans Arena recebeu os torcedores do Hornets para um treinamento aberto ao público (open practice). Os fãs tiraram fotos com os atletas, observaram de perto os caras batendo uma bolinha e “entrevistaram” os três calouros da nossa equipe (Anthony Davis, Austin Rivers e Darius Miller). E foram justamente as perguntas dos espectadores que arrancaram os maiores sorrisos, tanto da plateia quanto dos jogadores (confiram no vídeo acima).

* Clique aqui e veja várias fotos do open practice do Hornets

Para quem não entende muito bem o inglês, eu farei um resuminho rápido desse contato entre fãs e atletas dos zangões: O ala-pivô Anthony Davis foi o mais aplaudido e parecia o mais animado dentre os três “entrevistados”. O cara tem um carisma natural e ficou bem à vontade, tanto que logo provocou o ala-armador Austin Rivers. Sem dó do novo companheiro, Davis falou sobre a Universidade de Duke. Foi a deixa para que o locutor perguntasse: “Quem aqui já ganhou um título nacional (universitário)?“. Davis e Miller levantaram as mãos, e Rivers nada pôde fazer. O público caiu na gargalhada. Logo depois, foi a vez de Davis brincar com Darius Miller ao dizer que o amigo só aprendeu a jogar basquete quando foi para a Universidade de Kentucky. Mas dessa vez, Miller não deixou barato: “Pelo menos, eu saí de lá formado (graduado)“, respondeu o ala. Mais gargalhadas, e um Davis desconcertado. Os três também responderam sobre os atletas que eles mais gostam, e Davis logo mandou um “Michael Jordan“. Depois, emendou os nomes de Kevin Garnett e LeBron James. Rivers falou em Allen Iverson e Dwyane Wade, que também foi citado por Miller. Eles disseram os nomes de seus restaurantes preferidos em New Orleans e, no fim, mostraram comprometimento em levar o Hornets a uma trajetória de sucesso. Aplausos da plateia. E também de Davis, o mais animado da turma.

OBS 1: Os amigos Anthony Davis e Darius Miller foram campeões nacionais universitários com Kentucky, em 2012. Já Austin Rivers atuou por Duke e não conseguiu o título.

OBS 2: Darius Miller cumpriu 4 anos na Universidade de Kentucky e se formou (tentei achar o curso, mas não encontrei) em 2012. Já Anthony Davis foi para a NBA após somente 1 ano de faculdade.

* HORNETS @ MAVERICKS: Nesta segunda-feira (22/10), o Hornets voltará à quadra para a sua sexta partida na pré-temporada – mais uma fora de casa. Os zangões vão encarar o time de Dallas, no American Airlines Center, a partir das 22h30m (horário de verão – Brasília). GO HORNETS!!!

* ERIC GORDON: De acordo com o técnico Monty Williams, o ala-armador não deverá participar de nenhum jogo do Hornets na pré-temporada. Monty disse que o atleta mais bem pago do elenco (U$ 58 milhões por 4 anos!) ainda não está nas condições físicas ideais. Haja paciência…

BRING BACK THE BUZZ!

* Por Lucas Ottoni

É, amigos. Pelo visto, o Hornets saiu de Charlotte, mas Charlotte não saiu do Hornets. Encontrei estes dois vídeos (o de cima e o de baixo, obviamente) e achei interessante postá-los aqui. Muitos fãs da antiga cidade que abrigava os zangões ainda não se conformaram com a saída do time para New Orleans. Além disso, a nova franquia Bobcats não emplacou e não conseguiu cair nas graças de boa parte dos torcedores de Charlotte. O título deste post- BRING BACK DE BUZZ! (Tragam de volta o zumbido!) – se refere aos dois vídeos e comprova essa situação.

O primeiro vídeo, lá em cima, deixa bem claro que o verdadeiro time de Charlotte é o Hornets. Não apenas pela trajetória de mais de uma década na cidade (com equipes e atletas marcantes), mas também por toda a história de luta que envolve o nome HORNETS. Observem este trecho que está publicado em História da franquia, lá no nosso cabeçalho:

“Originalmente, a nova equipe iria se chamar Charlotte Spirit, mas um concurso para escolha do nome do time acabou tendo “Hornets (zangões)” como a opção vencedora. O nome foi derivado de uma feroz resistência da cidade à ocupação britânica durante a guerra revolucionária no século 18, o que levou o comandante britânico, lorde Charles Cornwallis, a se referir a Charlotte como “um ninho de vespas””.

Certamente, esse é um nome que traz orgulho à cidade de Charlotte. E isso tanto é verdade, que no segundo vídeo (aí embaixo) os fãs pedem a “volta do zumbido” em plena Time Warner Cable Arena, o ginásio do Charlotte Bobcats.

Em New Orleans desde 2002, a franquia Hornets pode estar em vias de mudar de nome. Mas ainda há tempo de o sr. Tom Benson (o proprietário do time) se sensibilizar e enxergar que há muita história por trás dos zangões. E isso não pode ser apagado da noite para o dia. Não deixemos o zumbido silenciar!

* NOVIDADES: Eu não sei se vocês perceberam, mas nós destacamos as retrospectivas do elenco do Hornets e as peças (já apresentadas) do nosso acervo em ícones (com foto) aí no lado direito do blog. É uma forma mais simples para vocês pesquisarem dentro do BH. E não é só isso! Em breve, nós atualizaremos a História da franquia (e faremos alguns consertos e alterações), o Elenco e os Calouros. E a promoção com a camiseta do Anthony Davis deverá mesmo sair. Aguardem!

* AINDA HOJE…: Logo mais, o BH apresentará uma enquete a vocês. Votem, comentem e participem! Este blog é de todos nós!

UM JOGADOR DIFERENCIADO

* Por Lucas Ottoni

dois posts atrás, o Brazilian Hornet noticiou que o ala-armador Eric Gordon e o ala-pivô Anthony Davis haviam sido cortados da lista final da estelar seleção americana que irá aos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres. Enquanto Gordon parecia mais preocupado com cifras e discursos queixosos, o jovem Davis não escondeu a decepção por ter ficado fora do grupo comandado pelo técnico Mike Krzyzewski, o “Coach K”, em Las Vegas. Mas eis que o destino acabou conspirando a favor do nosso “monocelha” e o colocando novamente entre os astros do USA Team

Após o corte, Davis permaneceu em Las Vegas, onde esperava disputar a Summer League com o Hornets. No entanto, na última quarta-feira (11/07), o ala-pivô Blake Griffin, do Los Angeles Clippers, sofreu uma grave lesão nos treinos da seleção olímpica dos EUA, e veio a notícia de que ele ficaria fora de combate em terras inglesas. E então, quem é que foi chamado para o lugar de Griffin? Ele mesmo, Anthony Davis! E o jovem de apenas 19 anos fez bonito em sua primeira aparição com as feras da NBA. No amistoso da última quinta-feira (12/07), os americanos arrasaram a República Dominicana: 113 a 59. Davis jogou praticamente o último período inteiro, marcou 9 pontos e fez isso aí que você viu no vídeo acima. E, pela imagem abaixo, nem é preciso dizer que ele caiu nas graças do público americano…

Já no amistoso de ontem, contra a seleção brasileira, lá em Washington, a coisa foi mais complicada. O jogo acabou sendo difícil para os americanos, e o “Coach K” preferiu poupar o Davis e deixar que os mais experientes resolvessem a parada. Portanto, o ala-pivô do Hornets não atuou na vitória do USA Team sobre a nossa amada pátria: 80 a 69. Algum problema? Nenhum! O fato é que o Anthony Davis é um privilegiado. Ele é o único calouro da NBA que está tendo a oportunidade de conviver com astros consagrados do basquetebol mundial. Certamente, é uma experiência única e muito mais edificante do que disputar uma Summer League – com todo o respeito que esse importante torneio merece. Mas estar dentro de um grupo com Kobe Bryant, LeBron James, Kevin Durant, Chris Paul, Deron Williams, Kevin Love, etc., e aprender com esses caras é um diferencial que outros jovens atletas que estão entrando na liga profissional americana não terão. E isso também mostra o quão diferenciado é o Anthony Davis. Ele atingiu esse patamar de jogador da equipe olímpica americana sem ter disputado sequer um único jogo de NBA.

* Clique aqui e siga o Anthony Davis no Twitter!

Pelo visto, ainda não há uma confirmação de que o Davis irá para Londres com as estrelas do USA Team, mas tudo leva a crer que isso realmente aconteça. Então, nós, fãs do Hornets, só podemos ficar felizes por ele e desejar que ele aproveite bastante e também aprenda com os melhores. Enjoy, Anthony!

OBS: Mais para frente, nós faremos posts sobre cada um dos calouros (de 2012) do New Orleans Hornets. A ideia é contar um pouco das histórias dos caras, o que eles fizeram até chegarem na NBA, as dificuldades que passaram, etc. Então, teremos muito mais sobre Anthony Davis. Aguardem…

* ERIC GORDON: A novela sobre o destino do ala-armador finalmente chegou ao fim. Como era esperado, o Hornets igualou a oferta do Phoenix Suns (U$ 58 milhões por 4 temporadas) e manteve o atleta na Louisiana. É um cara talentoso e que será importante para o nosso time, desde que se mantenha saudável e apresente uma atitude minimamente profissional. Nós ainda vamos publicar um post sobre o caso do Gordon – que deverá ir ao ar em breve.

* CHRIS KAMAN: O pivô alemão – que era um agente livre irrestrito – acertou a sua transferência para o Dallas Mavericks, onde jogará ao lado de seu compatriota Dirk Nowitzki. Pois é, vai fazer falta ao Hornets. Mas, de qualquer forma, boa sorte para ele lá no Texas.

* SUMMER LEAGUE 2012: A garotada do Hornets já realizou dois jogos em Las Vegas. Perdeu ambos. Motivo para preocupação? Nem tanto. Se tudo der certo, o post sobre o torneio de verão vai sair aqui no BH até o fim da semana. GO RIVERS!!!