BEM LONGE DO IDEAL

O pivô Robin Lopez teve uma estreia modesta na vitória do Hornets sobre o Magic

* Por Lucas Ottoni

Olá, amigos. Há poucas horas, o New Orleans Hornets estreou na pré-temporada de 2012 da NBA. O embate foi com o Orlando Magic, lá na Cidade do México. Quem não assistiu ao jogo e leu o título deste post deve estar pensando que tomamos uma “traulitada” daquelas, não é mesmo? Negativo. O Hornets venceu o duelo: 85 a 80. Estrear com vitória é sempre bom, mas o mais importante foi a constatação de que o nosso time ainda está bem longe do ideal e que precisará trabalhar bastante para acertar os ponteiros antes do grande campeonato que se avizinha. Mas vamos agora falar sobre o jogo, e aí vocês verão aonde eu quero chegar…

A Arena da Cidade do México recebeu um grande público (18.133 presentes) para o amistoso entre Hornets e Magic. A maioria esmagadora, claro, estava apoiando a turma de Orlando, novo time do mexicano (e nosso ex-ala-pivô) Gustavo Ayon. Mas esse foi o menor dos problemas do técnico Monty Williams. Assim que a bola subiu, o Magic fez rapidamente 10 a 0 no placar. Com uma equipe totalmente reformulada (e sem Eric Gordon, poupado), o Hornets sofreu com a falta de entrosamento e errou demais no primeiro período. Os zangões iniciaram com: Greivis Vasquez, Austin Rivers, Al-Farouq Aminu, Anthony Davis e Robin Lopez. O que se via em solo mexicano era a indecisão da dupla Vasquez e Rivers, que parecia não saber quem armava o jogo e quem abria para o “chute”, um Aminu burocrático (que logo deu lugar a um Ryan Anderson que amassou o aro, 1-11 em FG!) e um Lopez errando tudo o que tentava. Anthony Davis? Sim, o Top 1 do draft de 2012 finalmente estreou com a camiseta do Hornets e sentiu dificuldades, sobretudo no ataque. Do outro lado, o Magic contava com um quinteto que já se conhece há um bom tempo (Nelson, Redick, Turkoglu…), e isso fez toda a diferença ao longo do duelo. Jogando mal, os zangões foram para o intervalo 15 pontos atrás do rival da Florida (31 a 46).

Brian Roberts foi o “cara” dos zangões

Vale destacar que a vantagem do Magic chegou a 21 pontos de diferença, e tudo parecia estar perdido para o Hornets. No entanto, após um tempo técnico pedido pelo treinador Monty Williams, o time da Louisiana melhorou a defesa e passou a organizar melhor as suas jogadas de ataque na segunda metade do jogo. Reagindo no momento certo, os zangões foram para o último quarto “apenas” 12 pontinhos atrás do adversário. E como em jogo de pré-temporada o resultado final é o que menos interessa, os técnicos de ambas as equipes resolveram colocar os seus reservas para assumirem a responsabilidade na hora “H”, nos minutos derradeiros. E foi logo aí que brilhou a estrela do armador Brian Roberts (lembra dele?), que comandou a virada dos zangões anotando 17 pontos (cestinha da partida, 3-4 em bolas de três pontos), com 4 assistências, 4 rebotes e 2 roubos, em 27 minutos. Enfim, a grande reação do New Orleans Hornets é digna de aplausos, mas as dificuldades que o time apresentou ficaram evidenciadas lá no México.

* Confira aqui o Box Score (com vídeos) da partida

* Clique aqui e veja outras fotos de Hornets vs Magic

Além da juventude e da falta de entrosamento dos jogadores (foram 9 os que atuaram com a camiseta do Hornets pela primeira vez), alguns equívocos frequentes que o time já vinha apresentando no passado retornaram como fantasmas para atormentar o técnico Monty Williams: inúmeros arremessos forçados, baixo aproveitamento na linha de lances livres (61.8% contra 78.6% do Magic) e desperdícios infantis da posse de bola. Individualmente, alguns jogadores renderam abaixo do que podem, o que também indica que um longo trabalho precisa ser feito para que todo o elenco atinja o nível desejado. Estrear com a vitória no México foi agradável, mas ficou no ar a sensação de que o Hornets ainda tem muito a melhorar antes do início da temporada 2012-13. Manos a la obra, Sr. Monty!

No vídeo abaixo, os highlights da vitória do Hornets:

OBS 1O Anthony Davis é tão bom, mas tão bom, que mesmo sem brilhar e jogando apenas 23 minutos, ele quase conseguiu um duplo-duplo em sua estreia pelo Hornets: foram 8 pontos, 8 rebotes e 2 bloqueios contra o Magic. E isso é só o começo…

Anthony Davis ficou perto de obter um duplo-duplo no México

OBS 2: Se o Brian Roberts mantiver esse nível atual ao longo da temporada, ele poderá se tornar um dos maiores achados da NBA nos últimos anos. Eu posso estar me apressando demais, eu sei. Mas o que ele nos mostrou hoje – e também na Summer League de Las Vegas – só me dá motivos para estar bastante otimista. Ponto para o GM Dell Demps!

* HORNETS VS BOBCATS: Nesta terça-feira (09/10), o Hornets voltará à quadra para a sua segunda partida na pré-temporada. Os zangões vão encarar o Charlotte Bobcats, na New Orleans Arena, a partir das 21h (de Brasília).

* VASQUEZ EM ALTA: Lembram da nossa última enquete? O BH perguntou qual foi o melhor comércio realizado pelo GM Dell Demps no Hornets, e a resposta vencedora (até o momento) foi “Quincy Pondexter por Greivis Vasquez (2011)”, que obteve 28 votos (36.84%) de um total de 76. Na segunda colocação, com 16 votos (21.05%), ficou a opção “Gustavo Ayon por Ryan Anderson – sign and trade (2012)”. Clique aqui e confira os demais resultados (e vote também, se quiser! A enquete segue aberta).

* FUNDO NOVO: Conforme havíamos postado no nosso Twitter, tiramos do blog aquela “parte” do “finado” Chris Paul e resolvemos prestigiar os nossos calouros Austin Rivers e Anthony Davis. Agora sim, o BH está mais com cara de Hornets versão 2012-13, concordam?

Anúncios

7 pensamentos sobre “BEM LONGE DO IDEAL

  1. O Robin Lopez parece um homen das cavernas.
    O que achou do Anthony Davis Lucas? É esse fenomeno todo mesmo, dominou a galera do Orlando defensivamente? Infelizmente eu não vi o jogo.. e se vou ve-lo infelizmente quando passsar na tv, espn ou space.

    • Fala, Rafael. Olha, o Anthony Davis não fez uma estreia brilhante, mas já mostrou do que será capaz. Em seu primeiro jogo entre os profissionais, eu realmente não esperava que ele fizesse 30 pontos e 18 rebotes… rs. A gente sabe que a pressão em cima do Top 1 do draft é grande, mas a coisa não é por aí. O importante é que ele se comportou bem em quadra, marcou 8 pontos e apanhou 8 rebotes, além de 2 bloqueios, em 23 minutos. Ainda falta o entrosamento, melhorar o posicionamento na defesa e também no ataque. Mas isso, só com o tempo ele irá pegar. Resumindo: gostei da estreia dele. Foi dentro daquilo que eu esperava.

      E se você não conseguir ver os jogos do Hornets, não há problema! É só acompanhar o Brazilian Hornet, que você saberá tudo sobre a campanha do time. É só acessar o blog, o nosso Twitter ou o nosso Facebook. Estará tudinho aqui e lá… rs.

      Abço!

  2. Eu gostei da estreia do time.
    Td jogo de Pré- Temporada é bem complicado, ainda mais pra um equipe jovem como a nossa, em que mts peças nunca tinham jogado juntos;
    Alem disso jogamos contra uma equipe, em q a base deles ja tinha um certo entrosamento.
    Acho que o time se comportou bem perante todos os obstaculos, e a vitoria, por mais q eu nao tenha me preocupado com isso, foi boa pra animar a galera.

    Que venha o Bobcats amanha.
    Go Hornets

    • E aí, Kaio? Tudo beleza? Sim, o fato de termos superado a falta de entrosamento para virar um jogo em que estivemos 21 pontos atrás é muito positivo. Mas é aquilo: amistoso de pré-temporada muitas vezes engana. O resultado final é o que menos importa, embora eu concorde que vencer sempre é bom. Acho que ontem ficaram evidenciados alguns problemas que nós precisamos resolver (e que eu citei no post) para entrarmos bem no campeonato que começará no fim do mês. E isso é uma coisa boa. Errar agora, detectar o que precisamos melhorar agora e tentar ajustar antes de a bola subir para valer. E fazer isso vencendo é ainda melhor. Eu não acho que fizemos um bom jogo lá no México, mas a tendência é que o time melhore com o passar do tempo. E ainda tem o Eric Gordon para entrar nesse quinteto, né?

      Abço!

  3. Pingback: A VITÓRIA QUE NÃO SE VIU | Brazilian Hornet

  4. Pingback: E O FILME SE REPETE… | Brazilian Hornet

  5. Pingback: VOCÊS DECIDEM! | Brazilian Hornet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s