O FIM DE UMA ERA

Obrigado, CP3! Por todos os momentos de alegria que você nos proporcionou!

* Por Lucas Ottoni

Agora é oficial. Chris Paul não é mais jogador do New Orleans Hornets. A NBA e o Los Angeles Clippers acertaram os ponteiros, e o armador quatro vezes All-Star desembarcará em LA para atuar ao lado do promissor ala-pivô Blake Griffin. Em troca, a franquia de New Orleans recebeu o ala-armador Eric Gordon, o ala Al-Farouq Aminu e o pivô Chris Kaman, além de uma escolha de primeiro round no draft de 2012, via Minnesota Timberwolves. Ficou acordado também que o Clippers receberá duas escolhas de segundo round do Hornets (comenta-se que para o draft de 2015). Pronto, agora que esmiuçamos esse comércio, eu posso começar a falar sobre Chris Paul…

Madison Square Garden, New York, 28 de junho de 2005. Nesse local e nessa data, o New Orleans Hornets adquiria, com a 4ª escolha do draft, um jovem armador de 20 anos de idade, proveniente da Universidade de Wake Forest (North Carolina). O nome dele? Christopher Emmanuel Paul, ou simplesmente Chris Paul. Veloz, inteligente, carismático, habilidoso, genial. Esse rapaz rapidamente se tornou ídolo na Louisiana, e é, muito provavelmente, o melhor jogador de basquete que já vestiu uma camiseta do Hornets. De 2005 a 2011, Chris Paul fez os torcedores dos zangões acreditarem que ser campeão da NBA um dia era algo bem palpável. O título não veio, mas o principal mérito de Paul foi ter proporcionado grandes momentos aos fãs durante esses seis anos em New Orleans (com passagens por Oklahoma City). Quem não se lembra das coisas incríveis que ele realizou em 2007-08, quase colocando o nosso time na final da Conferência Oeste? Mais recentemente, vimos o que ele fez com o Los Angeles Lakers nos últimos playoffs. Eu posso ficar aqui tentando lembrar cada lance, cada vitória, cada pedaço da bela história que Chris Paul, hoje com 26 anos, construiu no Hornets. Mas, como não tenho muito tempo, prefiro sintetizar tudo numa só imagem. Afinal, ele barbarizou na temporada 2007-08!

Chris Paul, em 2007-08: uma campanha histórica para o Hornets

Foi muito legal, enquanto durou. Agora, tudo faz parte de um passado a ser lembrado com orgulho. Uma era brilhante chega ao fim, e o Hornets irá caminhar sem Chris Paul. Disposto a respirar novos ares e tentar a sorte em outra equipe, o CP3 (como todos aprendemos a chamá-lo) se foi. Claro que nem tudo foram flores nesses seis anos. Nas duas últimas temporadas, Paul começou a dar sinais de descontentamento em New Orleans,  surgiram rumores de que ele estaria querendo se mudar para uma franquia de maior mercado, aconteceram muitos boatos, teve o brinde infeliz no casamento do Carmelo Anthony… Todas essas questões podem ter abalado o prestígio do armador junto à torcida do Hornets. Porém, nada disso apaga as inúmeras noites de alegria que ele propiciou a esses mesmos torcedores. Então, tudo o que podemos desejar a ele é boa sorte e sucesso. E obrigado pelas seis temporadas inesquecíveis conosco! Whooooooooooo!!!

Aqui, uns vídeos, com jogadas que certamente não esqueceremos:

OBS 1: Em seis temporadas, Chris Paul fez 435 partidas com a camiseta do New Orleans Hornets, todas como titular. Teve médias de 18.7 ppg, 9.9 apg e 2.4 spg, além de três aparições em playoffs (2008, 2009 e 2011).

OBS 2: Eu tive o privilégio de presenciar, ao vivo, três partidas do Chris Paul pelo New Orleans Hornets. Foi em março de 2010, quando estive na Louisiana. Apesar das derrotas para Cleveland Cavaliers e Portland Trail Blazers, voltei para o Brasil de alma lavada, com uma grande vitória sobre o então campeão Los Angeles Lakers! Coloquei algumas fotos dessa viagem no perfil do Brazilian Hornet no Facebook. Confiram

No Hornets, CP3 se tornou o melhor armador da NBA na atualidade

 OBS 3: Falarei sobre as novas aquisições do Hornets no próximo post, onde também discutiremos o elenco formado para a estreia na pré-temporada, assim como o futuro da franquia. Este post aqui é só do Chris Paul. Por tudo o que ele fez pelos zangões, não dava para dividir o espaço com mais ninguém.

11 pensamentos sobre “O FIM DE UMA ERA

  1. o david stern ta me saindo um belo maneger.. poderiam colocar ele como GM do hornet no lugar do del demps kkkkkkkk

    • É, a troca acabou sendo boa para o Hornets, creio eu. No próximo post, falaremos sobre o elenco que teremos para a temporada 2011-12. Será que ainda vamos realizar algum comércio? No aguardo…

    • Obrigao, Rafa. Você é o cara. Pois é, eu não vejo motivos para a torcida do Hornets estar indignada com o Chris Paul. Sem contar que a saída dele acabou abrindo uma bela possibilidade de futuro para o time. A troca acabou sendo boa para nós. Abço!

  2. Pingback: RECOMEÇO EM NEW ORLEANS | Brazilian Hornet

  3. Meu ídolo. Comecei a torcer pro Hornets por causa dele, e me arrependo de não ter comprado uma jersey dele. Valeu por tudo CP3. Confesso que simpatizei com o Clippers pelo fato do CP3 estar lá agora😛

    E Lucas, o blog tá ótimo, muito bom de se ler.

  4. O Chris Paul vai deixar saudade, sim. É um ídolo do Hornets, independente de qualquer coisa. Espero que ele seja bem sucedido em LA. E a vida continua… rs

    Valeu pelos elogios, Léon! Aquele abraço…

  5. Pingback: LOS HORNETS DE NUEVA ORLEÁNS | Brazilian Hornet

  6. Pingback: COMEÇA A TEMPORADA 2011-12! | Brazilian Hornet

  7. Pingback: COLEÇÃO: AIR JORDAN CP3.III | Brazilian Hornet

  8. Pingback: E SEGUE O CALVÁRIO… | Brazilian Hornet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s